Minhas Redes Sociais
Facebook
Twitter
Orkut
RSS
 
> Principal > Notícias > Destaque > Projeto ‘Um pé no mato outro na arte’ movimenta fim de semana na comunidade de Pontezinha em São Desidério



Projeto ‘Um pé no mato outro na arte’ movimenta fim de semana na comunidade de Pontezinha em São Desidério
Data 05/12/2017 as 11:53 h  Autor naupati  Vezes 26  Idioma



“Me encanto e desencanto com a nova realidade, um pé no mato outro na modernidade”. 
Esses são alguns versos da canção que se tornou tema do Projeto ‘Um pé no mato outro na arte, realizado na noite deste domingo 03, na localidade de Pontezinha, a aproximadamente 100 quilômetros da sede de São Desidério. 


Uma iniciativa do professor e escritor Wagner Brittes, da Escola Municipal Maria Francisca, e realizado com o apoio da Prefeitura Municipal. Um grande público participou do festival que aconteceu na quadra poliesportiva. O secretário de Administração e Finanças (SAF), João Antônio Linhares, as secretárias de Agricultura e Desenvolvimento Econômico (SEAGRI), Patrícia Rocha, de Assistência Social (SAS), Vandreia Mendes, e de Educação (SEDUC), Iléia Almeida prestigiaram o momento.


Entre poesia e música, e com o objetivo de incentivar e revelar poetas, escritores, cordelistas, compositores e intérpretes, o festival contemplou mais de 30 apresentações e envolveu um público de 16 comunidades, de acordo com a organização. “Essa iniciativa nasceu a partir de um CD que ouvi de Zé Geraldo, e a ideia se transformou nesse festival que reúne as temáticas da cultura local, da arte e da identidade de um povo, que hoje são representadas por meio dessas poesias e músicas. Para o ano que vem pretendo, além da poesia e música, agregar também o teatro”, relatou o idealizador, professor Wagner.



Na primeira parte, entre as apresentações do gênero poesia, estava a de Josieide dos Anjos, estudante do 3º Ano, que declamou o cordel ‘Como se faz a rapadura’. “O projeto é interessante, pois incentiva a descobrir talentos de muitos artistas que ainda estão anônimos aqui na nossa localidade”, afirmou. Anailza da Silva, do 2º Ano, que apresentou o poema Lendas de Minha Região, declarou. “Para mim é um grande desafio, pois não tenho o costume de me apresentar em público. Não tínhamos tido nenhum projeto assim na região antes”.


O segundo momento foi marcado pelo gênero musical com apresentações de paródias, a exemplo da canção ‘Despacito da roça’. “É uma oportunidade maravilhosa para a comunidade, estou muito emocionada porque veio muita gente prestigiar”, relatou a intérprete Marilúcia Joaquina, do 9º Ano. “Foram dias de ensaio e hoje chegou o grande momento. Estou muito feliz em participar”, completou a estudante Geane Costa, também do 9º Ano.


Além da criatividade e intimidade ao tratar temáticas peculiares à vida no campo, muitos participantes utilizaram roupas e adereços característicos durante as performances das apresentações. “Um pé no mato outro na arte foi um projeto espetacular. Me surpreendi com a qualidade das apresentações e fiquei extremamente feliz em ver os jovens da zona rural mostrando o orgulho que sentem de suas comunidades através de poesias e músicas, ambas de autoria própria”, destacou a secretária Vandreia Mendes.


As apresentações foram intercaladas com muito forró com animação de Flávio Gabriel e banda. “Este é um momento importante da comunidade e representa um resgate cultural local”, afirmou o professor Joaquim Pedro. “Este projeto é um marco para a escola e para as comunidades da região, e sem dúvida um momento muito especial para os mais de 40 alunos que se apresentaram aqui hoje”, disse o diretor da Escola Maria Francisca, Wiliam Neri.

 
Ao final do evento foram premiados os três primeiros colocados das modalidades poesia e música. “Esses projetos de incentivo à leitura, a arte e música valorizam a nossa cultura e nos faz perceber quantos talentos que precisam ser revelados no município”, frisou o secretário José Antônio Linhares. “Um projeto que nasce no seio da escola, se estende para a comunidade e temos a oportunidade de conhecer e apreciar não somente artistas locais, mas das comunidades circunvizinhas, neste momento que também é de confraternização”, destacou a secretária Iléia Almeida.

 

Texto e fotos: Ana Lúcia Souza
ASCOM - Prefeitura Municipal de São Desidério 



Comente via Facebook
Não há comentários.
Visitantes
US 54.234.x.x
Unknown 173.252.x.x
US Google spider
US Google spider
Usuários
Olá Visitante
IP: 54.234.247.118

Usuário
Senha